Como continuar vendendo, com ou sem crise

A palavra chave do momento é: inovação. É preciso investir em novas maneiras de chegar até os seus clientes, já que a crise provocada pela pandemia dificultou (de várias maneiras) o acesso deles à sua empresa.

Inovar não é necessariamente implementar uma nova tecnologia, mas criar uma maneira de lidar com um problema. Confira algumas dicas:

Comunique-se com seu público.

Se você agrega valor e se faz necessário na vida do seu cliente, ele vai precisar de você com ou sem crise. Atue de maneira empática e evite o oportunismo.

A crise provocada pela pandemia expôs a necessidade das marcas saberem se comunicar, sendo flexíveis, se adaptando às mudanças e, principalmente, entendendo a dor do seu cliente.

Use o digital ao seu favor

Cada rede social é um mundo e, como tudo dentro delas é automatizado, os donos destas redes sabem muito sobre seus usuários. Isso inclui o seu público-alvo.

Não seria perfeito você escolher um produto para anunciar e poder definir que somente as pessoas que se interessam por ele vejam o anúncio?

Nas redes sociais (e até mesmo no Google!) isso é possível. Com uma boa estratégia e a segmentação correta você consegue investir diretamente no seu público.

Crie conteúdo

Ainda estamos passando mais tempo em casa do que o normal. Por isso, uma boa ideia é você investir na criação de conteúdos que sejam interessantes ao seu público. 

Somente promoções e fotos dos seus produtos podem tornar a experiência do seu usuário em sua página algo monótono e sem valor.

Contato humano não precisa de… contato. 

Ousamos afirmar que essa foi a maior lição da pandemia.

Foque no lado humano e emocional da experiência envolvida com o seu produto.

Escreva bilhetinhos para os clientes, se comunique com eles pelas redes sociais, poste foto da sua produção. Se a frota for sua, realize um treinamento para que as entregas sejam o mais simpáticas possíveis. 

Invista em uma boa experiência, isso dinheiro nenhum paga e crise nenhuma apaga.