Como usar melhor seu tempo nas redes sociais

Em primeiro lugar é preciso entender que, mesmo no mundo digital, não é possível estar o tempo todo em todos os lugares. A sensação de estar sufocada pela quantidade de compromissos nas redes sociais têm sido uma constante na vida das pessoas, e não somente na daquelas que têm nas mídias sociais a fonte de seu trabalho.

Viver nesta era não é fácil, são muitas informações e poucos filtros. É necessário parar e se organizar para fazer escolhas. Muitas vezes, é melhor escolher não participar de redes demais, para poder participar com um mínimo de qualidade em cada uma delas – porque afinal elas ainda possuem desdobramentos: grupos de discussão no LinkedIn e no Facebook, responder aos comentários em blogs, participar dos chats no Twitter…

A internet é uma fonte riquíssima de informação e entretenimento, mas a tendência é que o valor desse conteúdo seja cada vez mais relevante a curto prazo. Aprender a filtrar o que você consome na internet é fundamental para aproveitar o seu tempo e transformar todo esse conhecimento, em utilidade.

A primeira coisa a fazer é: elimine as contas nas redes que você quase não frequenta. Pense se vale a pena se cadastrar em novas redes – O que você ganhará com isso em termos de networking? Pense no tempo que você precisará despender, todos os dias, para interagir com as pessoas nesses canais. E concentre-se em meia dúzia que julgar mais importante e produtivo. Selecione.

O segundo passo é: preste atenção no conteúdo que você está consumindo, mas também no que está compartilhando. Não faz mal ser superficial e fútil em alguns momentos, mas, por favor, utilize melhor o seu tempo e o de seus interlocutores. Produza.

Uma terceira providência é estabelecer uma rotina nas redes, senão você corre o risco de se perder navegando o dia todo. Essa talvez seja a parte mais difícil, porque o poder de atração da internet é pior do que canto de sereia. Se não cuidarmos, sucumbimos à sedução de tantos sites interessantes e perdemos o foco. Concentre-se.

Com isso, você poderá aproveitar melhor o potencial das mídias sociais e produzir melhor, com mais relevância, além de consumir conteúdo de melhor qualidade, também.

Referência: Revista Exame